quarta-feira, 28 de julho de 2010

Eu Sempre sou a Alice!


Onde está esse amor? Eu não posso vê-lo, não posso tocá-lo. Eu não posso senti-lo. Eu posso ouvi-lo. Eu posso ouvir algumas palavras, mas eu não posso fazer nada com suas palavras fáceis.


Eu não te amo mais. Tchau.



Alice-Closer, Perto Demais.

Um comentário:

Ana Carolina Vingert disse...

Como eu gostaria de dizer essas palavras, nossa queria muito.

adorei seu blog

=)

acompanhando =)